agosto 18 2020 0comment

BIG DATA x BIG ANALYTICS: ENTENDA A DIFERENÇA

Muito se ouve falar sobre esses dois termos: Big Data e Data Analytics e muitos acabam achando que se trata da mesma coisa, mas são duas coisas diferentes. Para acabar de vez com as dúvidas, acompanhe o restante do texto.

Embora seja possível ter uma especialização em Big Data, o termo refere-se apenas ao amontoado de informações acumulados on e offline. É o Data Analytics, por outro lado, que permite que essas informações sejam analisadas e compreendidas pelos negócios, com o objetivo de prever tendências e acompanhar métricas.

Big Data

Big Data diz respeito a uma porção de dados, acumulados com o passar do tempo, por empresas e outros tipos de fontes de informação. O que o diferencia de outros tipos de dados é o grande volume que ocupa, cuja tendência de crescimento é exponencial.

De maneira simples, Big Data são quantidades de dados tão grandes que os equipamentos e softwares utilizados para analisar informações tradicionalmente se tornam obsoletos, mas que são úteis para que possamos avaliar problemas que não poderiam ser observados de outra forma.

O Big Data está sempre relacionado aos 3Vs: volume, velocidade e variedade. Eles se referem, respectivamente, à quantidade de informação que acumulamos, à velocidade com que esses dados crescem e aos diversos formatos disponíveis.

 

Data Analytics

Data Analytics é um processo que envolve examinar dados para tirar conclusões úteis para os negócios. Ele é feito através de softwares especializados e tecnologias, que são utilizados amplamente em indústrias para ajudar as empresas a tomarem decisões.

O termo Data Analytics se refere a uma porção de aplicações, como as ferramentas de BI, o que torna essa disciplina similar ao Business Analytics. A diferença entre os dois é que, enquanto o último é focado no uso de dados dentro dos negócios, o Data Analytics tem um foco mais amplo, podendo ser utilizado também em pesquisas acadêmicas, por exemplo.

Big Data e Analytics oferecem valor diferente para as empresas e são dois conhecimentos essenciais para quem planeja incrementar o currículo e se preparar para as mudanças no mercado de trabalho. 

Até o próximo post!

junho 18 2019 0comment

Como uma cultura baseada em dados transforma negócios?

Você deve estar se perguntando se o Big Data Analytics deve ou não ser adotado pela sua empresa.

Com toda a experiência adquirida ao longo dos anos, dizemos com todas as palavras que o BIG DATA é  interessante para todo tipo de negócios, pois ele é capaz de exercer impacto tanto dentro quanto fora da sua empresa. O uso de dados (novamente, externos ou internos) leva a movimentos de negócios mais inteligentes, operações mais eficientes, maiores lucros e clientes mais felizes.

Alguns dos pontos que mais causam impacto e geram valor em organizações que se guiam por dados são:

Redução de custos

Tecnologias de Big Data, como Hadoop e as análises baseadas em nuvem, trazem vantagens de custo significativas quando se trata de armazenar grandes quantidades de dados – além de serem capazes de identificar formas mais eficientes de fazer negócios.

Tomada de decisão mais rápida e eficiente

Com a velocidade dessas tecnologias para processar e analisar diferentes fontes de dadas e memorizar os melhores caminhos com inteligência artificial, as empresas são capazes de compreender e se debruçar analiticamente sobre informações de maneira imediata, tomando decisões melhores e mais assertivas em um tempo cada vez menor.

Novos produtos e serviços

Com a capacidade de avaliar as necessidades dos clientes e satisfação por meio da análise, vem o poder de dar aos clientes o que eles querem. Diversos especialistas apontam que, com Big Data Analytics, mais empresas estão criando novos produtos para atender às necessidades dos clientes.

A importância de Big Data não gira em torno da quantidade de dados que você tem, mas do que você faz com eles. Você pode tomar dados de qualquer fonte e analisá-los para encontrar respostas que permitam:

  • Determinar causas raiz de falhas, problemas e defeitos quase em tempo real;
  • Gerar cupons no ponto de venda com base nos hábitos de compra do cliente;
  • Recalcular portfólios de risco inteiros em minutos;
  • Identificar comportamentos fraudulentos antes que sua organização seja afetada.

Ou seja, os benefícios são gigantescos (e cada vez mais, aparecem novos). Por isso, pense na seguinte pergunta: “O que sua empresa está perdendo ao não adotar o uso de Big Data?”.

Ainda dá tempo de deixar a sua companhia ou área ainda mais competitiva.

agosto 15 2017 0comment

Big Data no dia a dia

Recentemente, passeando pela internet, encontramos um canal no youtube que traz vários vídeos sobre aplicações de conceitos profissionais no dia a dia, desmistificando todo o tabu que são gerados por traz de diversos temas, como é o caso do BIG DATA.

Confira o vídeo onde eles falam da aplicação do BIG DATA no dia a dia e como ele pode prever o futuro.

Para quem quiser conhecer o canal, clique aqui!

 

canal: Nerdologia

maio 31 2017 0comment

E-book sobre gerenciamento de dados corporativos

Quase todas as empresas estão passando por alguma forma de transformação digital. O papel da TI como facilitador de negócios nunca foi tão crítico, seja para mobilizar a força de trabalho, criar experiências on-line para os clientes, habilitar cadeias de suprimentos eletrônicas ou fornecer acesso em tempo real a registros médicos ou demonstrações financeiras.

Por este motivo, a Computer Word elaborou um e-book que traz o tema à tona.

O material, disponibilizado gratuitamente para download, aborda os seguintes temas:

  • O papel dos dados para a transformação digital
  • Os principais desafios enfrentados pelas organizações diante de seu grande  volume de dados corporativos
  • O cenário atual sobre como as empresas enxergam seus dados (Insights  extraídos do estudo Databerg da Veritas)
  • Como tornar os dados corporativos em ativos estratégicos para o seu  negócio

Para saber mais, basta clicar aqui. 

Fonte: ComputerWorld