SAS Global Forum 2015

20150427_091515

Este ano o SAS Global Forum foi realizado em Dallas (EUA) durante os dias 26 a 29 de abril e, é claro que a Infomev esteve presente acompanhando de perto as últimas novidades.

Márcio Bernardo Faustino, diretor da Infomev, participou da última edição do evento e conta para a gente como foi.

“Mais uma vez participei do SGF que aconteceu em Dallas, considero que o evento foi válido e de muito aprendizado sobre as tendências de Big Data. Foi possível acompanhar a estratégia que o SAS adota para se posicionar no mercado como uma das principais empresas no mercado de Business Intelligence e Business Analytics.

Percebi que a tendência do SAS é, cada vez mais, aprimorar sua plataforma nas nuvens (cloud) e melhorar ainda mais a experiência dos usuários com aplicativos mais amigáveis. “Muitas palestras focaram na utilização da ferramenta por usuários que desejam aprender através do SAS U.”

Além dessa novidade, o SAS apresenta interação com diversos aplicativos e aposta forte sobre um maior conhecimento sobre o comportamento dos clientes – “Uma integração cada vez maior entre os diversos aplicativos SAS proporciona soluções ainda mais robustas entre os diversos aplicativos para conhecimento do comportamento dos clientes.”- afirma Márcio.

É importante estar atento às mudanças e novidades que a ferramenta SAS apresenta. A Infomev, desde 2010 participa das edições do SAS Global Forum e mesmo o evento sendo focado nas soluções, ele acaba nos proporcionando uma visão geral do mercado analítico. A participação de várias palestras em diversas áreas de aplicação nos permite construir soluções que estejam alinhadas com as necessidades dos nossos clientes e também com que há de mais moderno no mercado.

Até a próxima edição!

Confira algumas fotos de como foi o evento.

Jim Goodnight (SAS) e Márcio Faustino (Infomev)
Jim Goodnight (SAS) e Márcio Faustino (Infomev)
20150427_175551
Márcio Faustino (Infomev)

20150428_094321

sas

Já ouviu falar em Data Federation?

Por Alessandro Lemes da Silva

A Tecnologia de federação de dados, também chamada de tecnologia de virtualização de dados ou serviços de federação de dados, é um processo composto por técnicas e softwares que fornece organização com a capacidade de coletar dados de fontes distintas e agregá-los em um repositório virtual, onde ele pode ser usado para inteligência de negócios (BI) ou outras análises.

1O processo de federação de dados fornece capacidade de organização agregando dados de fontes diferentes em um banco de dados único para que possam ser usados extrair inteligência de negócios (BI) ou outra análise, acrescentando capacidade preditiva, identificações de padrões e a obtenção de respostas em tempo hábil para ações táticas e estratégicas frente aos desafios de mercado.

O banco de dados virtual e unificador das informações oriundas de diversas fontes não contém os dados em si. Em vez disso, contém informações sobre os dados reais e sua localização, os chamados metadados. Os dados reais são deixados no lugar de origem ou em outros repositório mais adequado.

Esta abordagem é especialmente útil se alguns dos dados de uma organização é armazenado externamente por um provedor de serviços em nuvem de terceiros ou em qualquer serviço de armazenagem com tecnologias heterogênea. Ela permite que a atividade de análise de agregação dos dados seja feita de forma rápida, sem ter que solicitar lógica de sincronização ou copiar os dados até que seja absolutamente necessário.

O grande diferencial na federação dos dados e o valor agregado que esse modelo traz, pois permite estabelecer uma “biblioteca” centralizada, regida por padrões e termos semânticos únicos o que estabelece também a unificações dos conceitos e das definições de negócio.

A chamada Virtualização dos Dados que é o ato de fazer uma única chamada para múltiplas fontes de dados e, em seguida, integrar e organizar os dados em uma camada de middleware, é também chamada de integração de informações empresariais (EII). Sua implementação depende do nível de maturidade das informações e da forma de como a empresa utiliza seus dados.

Data Federation é uma das matérias importantes da arquitetura organizacional dos dados e tem seu argumento reforçado pelos grandes ganhos que se pode obter por ter um repositório único, produto da unificação e padronização de repositórios segregados, tornando o análise do negócio mais eficiente.