abril 18 2017 0comment

Tableau lista as 5 principais tendências em BI

Sem dúvida, os dados coletados em uma empresa têm se transformado em uma importante ferramenta, independente do segmento atendido, porte, etc..

Além dos avanços na interpretação dos dados, novas técnicas que são capazes de extrair valor surgem.

Baseado nisso, a empresa Tableau passou a acompanhar mais de perto essa evolução e apresenta as principais tendências em Business Intelligence, que serão listadas agora:

  1. Parceria entre Governança e Autoatendimento

 

As organizações, cada vez mais, se dá conta de que a governança de dados, quando feita corretamente, pode incentivar uma cultura de análise e atender às necessidades dos negócios. Os profissionais conseguem analisar seus dados com mais precisão quando as fontes de dados estão centralizadas, organizadas e rápidas e quando saem que alguém (equipe de TI) está cuidando da segurança e do desempenho.

2.  Análise virtual se torna uma linguagem comum

As pessoas estão visualizando seus dados para responder a perguntas, descobrir informações úteis e compartilhar histórias com profissionais de todas as áreas, especialistas ou não em dados. Da mesma forma, os empregadores buscam pessoas que possam analisar os dados com uma visão crítica. A análise visual será a linguagem comum que permitirá às pessoas descobrir informações úteis com rapidez, colaborar de forma significativa e criar uma comunidade voltada para os dados.

3. Integração de dados cada vez mais ágil

Atualmente, muitas empresas precisam de análises ágeis. Esse não é um desafio simples, porque os dados geralmente estão armazenados em vários lugares diferentes. Trabalhar com diversas fontes de dados pode ser tedioso, impossível ou ambos. Os exploradores de dados se conectarão a cada conjunto de dados em seus respectivos armazenamentos, usando métodos e ferramentas mais ágeis para fazer as combinações ou uniões necessárias.

4) Análises avançadas não se restringe apenas à analistas

Em todas as áreas das empresas, mesmo os profissionais que não são analistas estão cada vez mais exigentes. Eles querem fazer mais do que um gráfico com seus dados. As organizações adotarão plataformas que permitem aos usuários utilizar estatísticas, fazer uma série de perguntas e continuar no fluxo de suas análises.

5) Análise na Nuvem

Em 2015, as pessoas começaram a adotar a nuvem. Elas se deram conta de que colocar os dados na nuvem era fácil e que proporcionava uma análise mais ágil. Cada vez mais empresas também usarão a análise na nuvem para explorar mais dados com mais rapidez. Esse recurso passará a ser tão importante para elas quanto qualquer outro sistema essencial da empresa.

novembro 08 2016 0comment

Crônica: Reaja diante das atitudes negativas

Estamos iniciando um novo mês. 30 novos dias para que nos apresentam a oportunidade de colocar em prática os nossos projetos. Gosto sempre de refletir, no início de um mês quais são as ideias que precisam sair do papel. É como se um novo ciclo fosse aberto e com ele, a oportunidade de corrigir os erros que foram cometidos e iniciar coisas novas.

Sempre que leio uma crônica, reflito a respeito de minhas ações. Por este motivo, gostaria de compartilhar com vocês um texto que vi no livro “O que podemos aprender com os Gansos – 12ª Edição”. Espero que ele possa inspirá-los assim como fez comigo.

Boa Leitura!

Um fazendeiro que lutava com muitas dificuldades possua alguns cavalos para ajudar nos trabalhos em sua pequena fazenda.

Um dia, seu capataz trouxe a notícia de que um dos cavalos havia caído num velho poço abandonado.

O poço era muito profundo e seria extremamente difícil tirar o cavalo de lá. O fazendeiro foi rapidamente até o local do acidente e avaliou a situação, certificando-se de que o animal não havia se machucado.

Mas, diante da dificuldade de retirar o animal do poço, e em razão do alto custo da operação, achou que não valia a pena investir no resgate.

Tomou, então, a difícil decisão: determinou ao capataz que sacrificasse o animal jogando terra no poço até enterrá-lo ali mesmo.

E assim foi feito: comandados pelo capataz, os empregados começaram a lançar terra para dentro do buraco, de forma a cobrir o cavalo.

Mas, à medida que a terra caía em seu dorso, o animal sacudia e ela ia se acumulando no fundo do poço, possibilitando assim que o cavalo fosse subindo.

Logo os homens perceberam que o cavalo não se deixava enterrar e que, ao contrário, estava subindo à medida que a terra enchia o poço, até que, finalmente, conseguiu sair.

Se algum dia, seja no trabalho ou na vida pessoa, você se sentir por baixo, lembre-se da história desse cavalo. Sacuda a terra que jogarem sobre você. Não se deixei levar pelas atitudes negativas de chefes ou colegas de trabalho. Reaja, sacudindo a terra das incompreensões.

julho 19 2016 0comment

Velocidade será essencial para que o volume de dados sobreviva ao Big Data

Em 1819, uma mensagem levaria 27 dias para fazer a travessia do Oceano Atlântico. Exatamente um século depois, esse mesmo trajeto poderia ser feito em apenas três dias, embarcando no primeiro voo transatlântico direto. Mais um século passou e já estamos conectados ao mundo todo em tempo real. Estamos lidando com mais de dois bilhões de usuários de redes sociais e smartphones ao redor do mundo – e todos eles gerando valiosos dados.

Então imagine que, ao continuar neste ritmo de crescimento, a previsão de mais de 50 bilhões de dispositivos conectados à Internet até 2020. Neste caso, estamos tratando de um volume de dados de dezenas de milhares de petabytes por dia. É algo tão massivo que, até o momento da informação ser armazenada e processada por métodos tradicionais, ela corre o risco de se tornar irrelevante diante da velocidade exigida nos negócios.

Este é o assunto postado no site do SAS, que alerta sobre a importância da velocidade para a entrega e processamento do volume de dados.

Para ler a matéria completa, acesse: http://migre.me/uh929

Fonte: sas.com

julho 07 2016 0comment

SAS Cloud Analytics: A solução que pode ajudar PME’s

2016 é um grande ano para as PME’s brasileiras que desejam investir em análise de dados. O SAS classificou que o pacote de ofertas em nuvem será uma das suas principais estratégias do ano para atender pequenas e médias empresas e demandas departamentais de grandes corporações no país.

O grande diferencial da solução é que os clientes terão à disposição uma oferta pure cloud legítima e com processamento em memória. A ferramenta será ofertada em três opções:

A primeira é uma oferta de SaaS que contempla recursos de análise sem que o cliente tenha que se preocupar com temas relacionados à infraestrutura computacional. A tecnologia permite realizar mineração de dados, previsão de demanda, segmentação de clientes, data Discovery, gestão de campanhas e muito mais.

A segunda opção disponibilizada localmente é a de IaaS, que contempla uma parceria com a Teradata para contratação de um applicance já configurado para utilização de laboratórios de descoberta de dados e Advanced Analytics.

Por fim, há uma opção batizada de Result-as-a-Service. A fabricante afirma que a solução entrega respostas aos desafios de negócios, sem a necessidade de se preocuparem com investimentos em infraestrutura, times especializados e até softwares.

As empresas precisam apenas disponibilizar os dados em templates customizados para todas as necessidades, e assim, terão à disposição toda a inteligência do SAS trabalhando nas respostas mais assertivas.

Para saber um pouco mais como a ferramenta funciona, o SAS disponibiliza no canal do Youtube um vídeo explicativo:

 

Fonte: Computer World