SAS e ONU analisaram as mídias sociais a procura de indícios de falta de emprego

O SAS, líder de mercado em soluções e serviços de inteligência analítica, e a Global Pulso, iniciativa da Organização das Nações Unidas (ONU), identificaram que é possível antecipar picos de desemprego ao analisar o sentimento dos internautas nas redes sociais, possibilitando, desta forma, reportar aos órgãos competentes os prováveis efeitos de uma crise. O estudo analisou, por meio das soluções SAS® Social Media Analytics e SAS Text Miner, as informações provenientes de meio milhão de blogs, fóruns e sites de notícias nos últimos dois anos, buscando assuntos relacionados ao desemprego nos EUA e na Irlanda e como as pessoas estavam lidando com isso.

O SAS comparou o “humor” e volume de comentários virtuais com as estatísticas oficiais de desemprego para verificar se pequenos aumentos nesses valores indicavam futuros picos de desemprego. Cada sentimento ou referência na internet recebeu uma “pontuação de humor” com base no tom da mensagem.

Ao final, as análises revelaram que algumas repercussões online sobre assuntos do cotidiano social podem, de fato, prever o aumento ou diminuição nos índices de desemprego, oferecendo valiosas informações para políticos que tentam mitigar os efeitos negativos da falta de trabalho. Por exemplo, burburinhos nas mídias sociais sobre cancelamento de férias, redução com gastos com saúde, despejo ou perda do direito de resgatar uma hipoteca indicam alguns dos efeitos da crise na economia.

Fonte: http://www.jornalbrasil.com.br

infomev

Write a Reply or Comment