Conheça quais são os estilos de compradores no Natal

O portal “No Varejo”, publicou recentemente uma matéria que traz os estilos mais comuns dos compradores na época do natal. O estudo “Holiday Shopping Styles Report”, feito pela empresa de Business Intelligence SAS com mais de 2.000 pessoas nos Estados Unidos, encontrou os estilos abaixo:

– Guerreiros da Black Friday: grupo com gasto médio de US$ 1.422, e é simbolizado pelas pessoas que passaram horas nas filas esperando a abertura das lojas para aproveitar os descontos.

– Estouradores de Orçamento: Gastam, em média, US$ 1.132. Pagam por conveniência, gastam mais que o planejado e consideram gift cards muito impessoais.

– Compradores Práticos: Gasto médio esperado de US$ 1.108. Farão todas as compras de Natal de uma só vez, usando uma lista e controlando o orçamento.

– Presenteadores Perfeitos: Gastam em torno de US$ 1.056. Adoram comprar e se inspiram em muitos lugares.

– Cyber Shoppers: Gastarão US$ 955 e consideram as compras de Natal um estorvo. Evitam as multidões nas lojas, preferindo comprar de casa, online.

– Esperançosos de Última Hora: são os 5% de clientes (gasto médio de US$ 955) que correm para o shopping na véspera do Natal. Acreditam que esperar até o fim é uma forma de economizar dinheiro, e normalmente fazem todas as compras de uma vez só.

– Rabugentos: Acham que a decoração de Natal sempre é colocada cedo demais, detestam as multidões de consumidores, não mimam seus familiares e não pagam por conveniência.

Para ler a matéria completa, acesse: http://bit.ly/1Gaqz9G

Fonte: SAS Brasil e No Varejo

Big Data pode movimentar mais de R$ 40 bi até 2018

Quando os dados são direcionados podem  fazer com que líderes e executivos tomem decisões até cinco vezes mais rápido e possuem  três vezes mais chances de realizar uma ação de acordo com o planejamento.

Por conta disso, o conceito de Big Data vem se ampliando e sendo adotado por empresas em todo o mundo. A expectativa do setor é que o mercado atinja um movimento de R$ 47 bilhões em 2018, afirma artigo publicado no portal canaltech.

O Big Data tem o poder de auxiliar na tomada de decisões e na diminuição de custos em empresas, o que evita o desenvolvimento de ferramentas que se tornariam obsoletas, desperdiçando recursos e mão-de-obra. Além disso, definindo o correto direcionamento das análises, os executivos podem fazer com que as empresas tornem seus negócios duas vezes mais rentáveis.

Para ler a matéria completa, clique no link:  http://corporate.canaltech.com.br/noticia/big-data/Setor-de-Big-Data-pode-movimentar-ate-R-47-bilhoes-em-2018/#ixzz3KkTtApNR

Fonte: canaltech

 

CARREIRA – Pós Graduação em BI (Portugal)

E para quem deseja em dar um “up” na carreira, confira este curso de pós graduação em Business Intelligence para a área da Saúde oferecido pela Universidade Nova de Lisboa.

Uma excelente oportunidade para quem deseja estudar fora do país.

O curso que tem como principais objetivos conhecer os desafios do novo mercado da saúde e em particular os instrumentos de planejamento e de controle de gestão nas organizações de saúde, além de permitir que o aluno possa utilizar aplicações analítica, de monitorização do desempenho das organizações e identificar os indicadores chave das aplicações analíticas no contexto da saúde tem a duração de 2 semestres e iniciam as aulas em fevereiro de 2015.

O curso é destinado para a gestores e profissionais de saúde que trabalham na área da gestão de informação e do conhecimento neste segmento.

Para maiores informações, basta acessar o site da universidade: http://www.isegi.unl.pt/GIBIS/