Gestão do Tempo

Como saber se o que tenho que fazer é importante ou pode esperar?!

Confira a matriz do tempo e organize suas tarefas de forma que o seu dia fique mais eficaz e produtivo!

CURIOSIDADE – A história do SAS

Você conhece a história do SAS?

SAS (pronuncia-se “sass”) significava “sistema de análise estatística”, e começou na Universidade Estadual da Carolina do Norte como um projeto para analisar a pesquisa agrícola. Como a demanda por esse tipo de software cresceu, o SAS foi fundado em 1976 para ajudar a todos os tipos de clientes – desde empresas farmacêuticas e bancos a entidades acadêmicas e governamentais.

O SAS é um sistema integrado de aplicações para a análise de dados, que consiste em: Recuperação de dados, Gerenciamento de arquivos, Análise estatística, Acesso a Banco de Dados, Geração de gráficos, Geração de relatórios. Trabalha com quatro ações básicas sobre o dado: Acessar, Manipular, Analisar e Apresentar. Pode ser instalado em diversos ambientes operacionais disponíveis no mercado, sendo os programas e arquivos portáveis para qualquer um desses ambientes. Na verdade, é lendária sua portabilidade e disponibilidade. É difícil encontrar uma plataforma viva que não conte com sua versão de SAS.

Hoje, o SAS é usado em mais de 70 mil locais de 136 países, incluindo 93 das 100 maiores empresas da lista 2013 Fortune Global 500® list. E não é diferente no Brasil, onde grandes empresas de diversos segmentos (financeira a fovernamental), contam com as soluções do SAS para ter maiores e melhores informações sobre o seu negócio.

Cada vez mais profissionais da área de negócios, marketing, finanças e tecnologia, se aprofunda no conhecimento desta poderosa ferramenta. Muitas universidades brasileiras conceituadas, usam o SAS na grade curricular, para deixar os alunos ainda mais preparados para o mercado. Cursos e treinamentos de capacitação são oferecidos no mercado para que o profissional possa sempre se reciclar. Sem dúvida, o SAS , ganhando cada veez mais espaço no mercado, mostra que veio para ficar.

Fonte: SAS, Wikipedia

 

Dica de Livro

Que tal conhecer um pouco mais sobre OLAP?

Sugerimos este livro que pode abrir ainda mais sua mente!

Conheça quais são os estilos de compradores no Natal

O portal “No Varejo”, publicou recentemente uma matéria que traz os estilos mais comuns dos compradores na época do natal. O estudo “Holiday Shopping Styles Report”, feito pela empresa de Business Intelligence SAS com mais de 2.000 pessoas nos Estados Unidos, encontrou os estilos abaixo:

– Guerreiros da Black Friday: grupo com gasto médio de US$ 1.422, e é simbolizado pelas pessoas que passaram horas nas filas esperando a abertura das lojas para aproveitar os descontos.

– Estouradores de Orçamento: Gastam, em média, US$ 1.132. Pagam por conveniência, gastam mais que o planejado e consideram gift cards muito impessoais.

– Compradores Práticos: Gasto médio esperado de US$ 1.108. Farão todas as compras de Natal de uma só vez, usando uma lista e controlando o orçamento.

– Presenteadores Perfeitos: Gastam em torno de US$ 1.056. Adoram comprar e se inspiram em muitos lugares.

– Cyber Shoppers: Gastarão US$ 955 e consideram as compras de Natal um estorvo. Evitam as multidões nas lojas, preferindo comprar de casa, online.

– Esperançosos de Última Hora: são os 5% de clientes (gasto médio de US$ 955) que correm para o shopping na véspera do Natal. Acreditam que esperar até o fim é uma forma de economizar dinheiro, e normalmente fazem todas as compras de uma vez só.

– Rabugentos: Acham que a decoração de Natal sempre é colocada cedo demais, detestam as multidões de consumidores, não mimam seus familiares e não pagam por conveniência.

Para ler a matéria completa, acesse: http://bit.ly/1Gaqz9G

Fonte: SAS Brasil e No Varejo