setembro 24 2018 0comment

Programadores são os profissionais mais procurados para freelancers

A Workana, plataforma de trabalho freelance com atuação em toda a América Latina, realizou um estudo que aponta as categorias mais contratadas para trabalhos freelancers. Os profissionais relacionados com o mercado digital, como por exemplo, TI e Programação têm destaque, com 30%, seguido por profissionais de Design e Multimídia (28%).

Segundo a pesquisa, os profissionais freelancers são uma alternativa para suprir a falta de profissionais qualificados para o setor de tecnologia, já que podem prestar seus serviços para empresas de todo o mundo. Como não há a preocupação de ser alocado, o mesmo profissional pode trabalhar para mais de uma organização e não necessariamente estar próximo a ela.

A lista conta também com as áreas de Marketing e Vendas 33%, Tradução e Conteúdos 10%, Finanças e Administração 5%, Suporte Administrativo 3%, Jurídico 2% e Engenharia e Manufatura 2%. A pesquisa ainda mostra o ticket médio de cada categoria, o que representa em sua maioria projetos de curto prazo (68% do total de projetos publicados na Workana).

Para ver a lista completa, basta acessar o site da workana: www.workana.com

agosto 08 2018 0comment

Como você toma suas decisões?

Por Dulcineia Sañtos

When you come to a fork in the road, take it! – Yogi Berra

Qual é o seu critério para tomar decisões? Você se tranca em algum lugar e não sai de lá até chegar à uma conclusão? Consulta um amigo ou um expert? Adia e só toma a decisão na última hora, sobre pressão?

Pessoas usam diferentes métodos para decidir sobre algo, e o seu tipo de personalidade, de acordo com a teoria de tipos de Carl Jung, tem um peso nisto.

Se você tem que decidir sobre onde vai passar o final de semana não é grande coisa, mas se é sobre mudar de cidade ou deixar um emprego, por exemplo, a maneira como você vai decidir pode fazer toda a diferença.

Uma das maneiras de olhar para as suas opções é: “quando eu digo sim para a opção 1, para o que eu estou dizendo não?” Eu exploro mais este assunto neste artigo.

Uma forma simples é fazer cinco círculos em um papel. Você então escreve um critério relacionado àquele assunto em cada círculo. Depois analisa cada opção e veja se elas atendem aos critérios listados.

Por exemplo, você quer comprar uma casa. Os principais critérios pra você são: 1) que essa casa fique próxima da sua mãe, já que ela te ajuda com as crianças quando você trabalha; 2) que ela tenha 3 quartos, já que você tem crianças e precisa de um escritório; 3) que custe até 300.000,00; 4) que seja num lugar seguro; 5) que esteja em bom estado, porque você não quer gastar com reformas.

Escreva num papel e depois compare as opções com a sua lista.

Para quem gosta de planilha, veja a 2a. parte deste artigo e aprenda uma ferramenta.

E lembre-se: nós temos o cérebro intelectual e o emocional. Escolha qual dos dois você quer usar na sua tomada de decisão e esteja atento a isto.

 

Como você toma suas decisões?

Parte II

Matriz de Decisão

Um método que usamos em Coaching é a Matriz de Decisão. Funciona assim: você cria uma tabela e dá um peso para cada critério. Por exemplo, vamos supor que eu queira mudar de profissão. As coisas que eu mais valorizo no momento são a liberdade de horários que eu tenho, a minha autonomia, poder trabalhar em silêncio, já que eu trabalho sozinha. Eu trabalho em casa e isto é uma vantagem, mas eu não sofreria tanto se tivesse que me locomover para trabalhar.  Neste caso, a minha tabela ficaria assim:

 

Critério Peso Opção 1 Opção 2
Liberdade 10    
Trabalhar só 9    
Autonomia 8    
Férias 7    
Seguro saúde 6    
Estabilidade 5    
Trabalhar em casa 4    
Total      

 

Depois você pode preencher as colunas Opção 1 e 2 de duas formas –  simplesmente ticando e ver na soma quem tem mais peso:

 

Critério Peso Opção 1 (trabalhar como autônomo) Opção 2 (trabalhar para uma empresa)
Liberdade 10 x x
Trabalhar só 9 x  
Autonomia 8 x  
Férias 7   x
Seguro saúde 6   x
Estabilidade 5   x
Trabalhar em casa 4 x  
Total   31 28

 

Ou você pode fazer algo mais elaborado, definindo um valor para cada opção:

 

Critério Peso Opção 1 Opção 2
Liberdade 10 10 (total escolha de ação) 7 (escolha  de ação limitada)
Trabalhar só 9 9 4 (terei uma sala)
Autonomia 8 8 5 (responder a superior)
Férias 7 5 (liberdade de escolha) 7 (30 dias pagos)
Seguro saúde 6 0 (eu pago) 6 (empresa paga)
Estabilidade 5 0 3 (posso ser despedida)
Trabalhar em casa 4 4 3 (não é longe)
Total   36 35

 

Priorizando o maior peso

Veja que nas duas planilhas a opção 1 ganha. Mas se houvesse mais critérios de menor peso, haveria a possibilidade de a opção 2 alcançar uma melhor posição. Neste caso você pode usar a “ponderação”, que é a multiplicação do peso pela nota que você deu ao critério. Dessa maneira os critérios de maior peso influenciarão mais o resultado final:

 

Critério Peso Opção 1 Opção 2 Total 1 Total 2
Liberdade 10 10 (total escolha de ação) 7 (escolha  de ação limitada) 100 70
Trabalhar só 9 9 4 (terei uma sala) 81 36
Autonomia 8 8 5 (responder a superior) 64 40
Férias 7 5 (liberdade de escolha) 7 (30 dias pagos) 35 49
Seguro saúde 6 0 (eu pago) 6 (empresa paga) 0 36
Estabilidade 5 0 3 (posso ser despedida) 15 0
Trabalhar em casa 4 4 3 (não é longe) 16 12
Total   36 35 311 243

Seja lá qual for a maneira que você vai escolher sua decisão, lembre-se: respeite-se e a seus valores. Escute a sua intuição. E sempre conte um coach para ajudá-lo a ver as coisas por um novo ângulo!


Dulcineia Sañtos é Life Coach, certificada pelo NeuroLeadership Group em Londres.

www.dulcineiasantos.com

julho 13 2018 0comment

Curso CRM da Infomev: Capacitação para analistas de negócios

Relacionamento. Essa é a palavra-chave que se tornou um divisor de águas para as empresas em um cenário tão competitivo. Independentemente do segmento, é fundamental ter uma estratégia precisa para se destacar e alcançar resultados.

É por isso que uma das estratégias que mais vem sendo usada por gestores e equipes de vendas é a de CRM. Customer Relationship Management (Gerenciamento do Relacionamento com o Cliente, em português) é a estratégia que coloca o cliente como principal componente da venda.

Mas como exatamente o CRM pode ajudar o seu negócio? Não basta apenas contar com um sistema em sua empresa, é preciso adotar a estratégia e entender sua importância para seus resultados, e mais do que isso, ter profissionais capacitados para lidar com esta poderosa ferramenta.

Por este motivo, a Infomev desenvolveu um treinamento de CRM que possui 24 horas de duração.

O curso, que é voltado para analistas de negócios, capacita o usuário a construir um conceito de gestão do cliente, a introduzir conceitos estatísticos, planejar e implantar técnicas de amostragem e tipos de testes a serem utilizados e a calcular indicadores e impactos financeiros.

 

Para fazer o curso, não é obrigatório possuir experiência em algum software estatísticos.

Entre os conteúdos abordados, estão : Conceitos de CRM, Entendimento dos Cases, Conceitos estatísticos, Amostragem, planejamento, mensuração de resultados estatísticos, mensuração de resultados financeiros, apresentação de resultados, desenvolvimento dos cases,

No final do treinamento, o aluno deverá entender os conceitos da gestão do cliente e de CRM, diferenciar marketing transacional e marketing de relacionamento e identificar objetivos e problemas comuns em CRM. Vai estar apto a interpretar os tipos de dados existentes na empresa e qual melhor forma de utilização e diferenciar os tipos de amostragem e quais os melhores a serem aplicados bem como calcular as estatísticas dos resultados obtidos e avaliar financeiramente cada campanha efetuada.

 

Para quem quiser saber mais, vale a pena entrar em contato com a Infomev: contato@infomev.com.br

dezembro 20 2017 0comment

Feliz Ano Novo!

2017 está quase no fim e, com ele, renasce a esperança e motivação para tirar os projetos do papel e transformá-los em realidade.

Desejamos a todos um 2018 repleto de sucesso!!!