Business Analytics como parceiro estratégico

Por Alessandro Lemes

“Os tempos são outros,” já diziam os mais sábios, e o ponto principal nessa afirmação está não só nas mudanças, mas principalmente na velocidade com que elas acontecem.

Os mercados têm mudado muito e por diversas razões como globalização, adequações às regras regulatórias, alterações no modelo de gestão das economias pelo mundo e também pelas influências dos mercados regionais e suas particularidades.

Todas as mudanças têm criado um estado de volatilidade e isso tem aumentado a sensação de incerteza, indefinição e falta de perspectiva para diversos segmentos de negócio pelo mundo. É possível afirmar que esse tipo de comportamento se dá desde de grandes corporações até o mercadinho da esquina, afinal is just business.

Como melhorar as perspectivas ?

Como trazer o mínimo de segurança às iniciativas de negócio minimizando os riscos inerentes ao próprio negócio?

Como transformar incertezas de mercado em oportunidades ?

As perguntas acima são boas pois atingem o âmago da questão, mas remetem também à necessidade de ter previsibilidade, capacidade de antecipação e de prever os passos das mudanças do mercado e dos concorrentes.

Onde encontrar uma ferramenta, ou melhor um parceiro estratégico que traga os mecanismos que capacite a empresa à se precaver às mudanças negativas e inesperadas?

A tecnologia aplicada ao negócio também evoluiu e essa evolução trouxe o que costumo chamar de “capacidade analítica”, que é medida por diversos fatores internos e que compõem o cenário informacional da empresa.

As empresas de tecnologia têm hoje diversas ferramentas destinadas a aumentar a capacidade analítica, trazendo também a condição de gerar modelos de predição e identificação de padrões comportamentais de parceiros e clientes, tudo isso aliado à estratégia de atuação da empresa, pode-se colher frutos como sinal de maturidade no uso da informação e da tecnologia. Todavia, é muito importante salientar que nada disso tem valor ou significado se a empresa em questão não tiver a maturidade da informação.

Maturidade da Informação

Maturidade da informação é a condição de se coletar, tratar, enriquecer, armazenar e manter as informações internas, provenientes de sistemas transacionais e externas provenientes de parceiros, concorrentes, governo e redes sociais com rastreabilidade, disponibilidade e usabilidade por meio de ferramentas aderentes à necessidade dos usuários internos. – Business Transformation: A Roadmap for Maximizing Organizational Insights – Aiman Zeid, Jim DavisISBN: 978-1-118-72465-1

Com essa definição inteligente, devemos entender que ferramentas de tecnologia não irão por si só trazer maturidade analítica e como tenho dito em meus textos, o Business Intelligence não é um projeto, mas um processo que envolve pessoas, informação, metodologia, processos internos e por último, ferramentas.

Todas as empresas utilizam informações para definir estratégias e alcançar os objetivos de negócios. Mas como muitos CEOs e CIOs diria que eles estão convencidos de que suas empresas retiram o máximo da informação?

Somente por meio do acesso da empresa ao uso maduro de suas informações, estabelecendo critérios claros e federação dessas informações é que pode-se estabelecer a referida maturidade da informação e definir-se a visão única da verdade.

Estabelecendo a Maturidade

Estabelecer a maturidade é dar inicio à dinâmica de construção de um organismo centralizado que irá garantir definir a arquitetura dos dados e a qualidade dos mesmos levando em conta as mudanças ao longo do tempo, mudanças essas que influenciam diretamente todo o ciclo de informação estabelecido.

Identifique a situação atual dos seus dados, crie um mapa de todas as origens, identifique as redundâncias e principalmente as definições semânticas e funcionais. Estabeleça a estratégia de armazenamento e a política de acesso e distribuição aos dados, considerando que os grupos de cientistas e estatísticos devem ter acesso completo à todas as informações disponíveis para estudos, avaliação comportamental e identificação de padrões. Com essas ações, esta estabelecido o inicio do processo de maturidade da informação que será evoluído na medida do uso.

A guarida das informações, a manutenção através dos novos projetos de tecnologia e manutenção evolutiva  são fatores importantes para manter a hegemonia e integridade das informações e permitir o desenvolvimento da maturidade e a consolidação do Business Analytics como parceiro estratégico.

Foto de perfil de infomev

infomev

Write a Reply or Comment